Sinais e sintomas & Actuação

Sinais e sintomas:
- Alteração do estado de consciência, podendo estar ansioso, agitado ou, sonolento e em coma;
- Ventilação superficial e rápida;
- Pulso rápido e fino;
- Hipotensão (sistólica inferior a 90 mmhg);
- Pele pálida e viscosa;
- Sudorese;
- Extremidades frias;
- Podem ainda surgir tonturas, sensação de desmaio, sede.

Actuação:
De uma forma geral, um indivíduo encontrado em choque beneficia de um conjunto de medidas que visam melhorar a irrigação tecidular de que é alvo, e evitar o agravamento da situação de isquémia:
- Pensar e agir sempre em função de avaliação primária:
-----> A - Via aérea com controlo da cervical
-----> B - Ventilação
-----> C - Circulação com detecção de hemorragias, seu controle e sinais evidentes de choque
-----> D - Disfunção neurológica
-----> E - Exposição com controlo da temperatura
- Manter uma atitude calma e segura;
- Combater a causa e pensar na possibilidade de lesões ocultas;
- Manter as vias aéreas permeáveis e se necessário proceder a aspiração de sangue;
- Acalmar a vítima;
- Administrar O2 a 10/15lt/min através de máscara balonete;
- Verificar e registar os sinais vitais – ter especial atenção às características da respiração, da pressão arterial e do pulso, efectuar a reavaliação destes de 5 em 5 minutos;
- Prosseguir com o exame da vítima, dando especial atenção à recolha do máximo de informação (CHAMU);
- Imobilizar traumatismos encontrados;
- Manter a temperatura corporal;
- Colocá-lo em decúbito dorsal com elevação dos membros inferiores, tendo em atenção o traumatismo vertebro-medular.

Sem comentários: