Alcoolismo agudo

O alcoolismo agudo (ou embriaguez) é um estado que surge como consequên- cia da ingestão de bebidas alcoólicas numa quantidade superior aquela que o organismo consegue tolerar.
As bebidas alcoólicas possuem na sua constituição etanol (ou álcool etílico) que ao contrario do que habitualmente se diz não é um agente estimulador mas sim um agente depressor do Sistema Nervoso Central (SNC) - diminui o tempo de resposta a estímulos externos do SNC.

Sinais e sintomas:

A vítima pode estar consciente com ou sem alterações neurológicas, apresentando:
- Ventilação profunda;
- Pulso forte;
- Pele vermelha, quente e húmida;
- Odor a álcool.

A vítima pode ser encontrada inconsciente apresentando:
- Ventilação superficial;
- Pulso rápido e fraco;
- Pele pálida e fria;
- Odor a álcool, pode ou não ser detectado.

Cuidados de emergência:
- Manter uma atitude calma e segura, evitando o recurso à utilização da força física;
- Manter a permeabilidade das vias aéreas;
- Verificar o estado de consciência (A-V-P-U);
- Despistar uma possível hipoglicémia determinando a glicémia capilar. Se tal não for possível, administrar água com açúcar, se a vítima tolerar. Se estiver inconsciente administrar papa de açúcar no interior das bochechas;
- Avaliar, caracterizar e registar os sinais vitais;
- Despistar o choque e actuar em conformidade;
- Elevar os membros inferiores;
- Manter a temperatura corporal;
- Administrar O2 a 10 lt/min;
- Recolher o máximo de informação (C-H-A-M-U);
- Transporte para o hospital com vigilância do estado de consciência e dos sinais vitais.

Sem comentários: