Dissecção da Aorta

A dissecção da aorta é um rasgão na parede da aorta (a maior artéria do corpo humano), o que faz com que o sangue circule entre as camadas da parede da aorta, forçando as camadas.
A dissecção da aorta é uma emergência médica e pode levar à morte rapidamente, mesmo com um tratamento adequado.


Dor torácica de origem não cardíaca:

Sinais e sintomas:
- Dor local (compressão provocada pelo sangue dentro da artéria);
- Dor nas extremidades (surge pela má perfusão sanguínea e por falta de O2 nos locais irrigados pelos vasos afectados);
- Cianose, mais acentuada nas extremidades dos membros;
- Pele pálida e Húmida;
- Agitação e ansiedade, muitas vezes provocada pela dor retro-esternal e pelo Edema do Pulmão que se vai instalando progressivamente. Estas situações fazem-se normalmente acompanhar de sensação de morte iminente;
- Dificuldade respiratória, provocada pela dor e deficiente bombagem do sangue no interior dos pulmões por obstrução à saída do sangue do coração;
- Em situações mais graves pode surgir sonolência, inconsciência e choque, resultante da má oxigenação dos órgãos nobres;
- Hipotensão, náuseas ou vómitos, dor precordial.

Cuidados de emergência:
- Manter uma atitude calma e segura;
- Colocar a vítima numa posição confortável;
- Administrar O2 a 15 lt/min mascara balonete (Fi O2 100%);
- Verificar e registar os sinais vitais, aqui deve avaliar o pulso em todos os membros. Muitas vezes pela diferença da frequência e amplitude do pulso nos 4 membros e baseado nos conceitos de Anatomo-fisiologia é possível fundamentar a suspeita desta situação (a diferença entre pulsos poderá traduzir uma alteração de um vaso que irriga o membro no qual detectamos a alteração do pulso);
- Prosseguir com o exame da vítima (C-H-A-M-U), a fim de despistar uma situação de Enfarte
- - Agudo do Miocárdio;
- Não permitir a ingestão de alimentos ou líquidos;
- Não permitir qualquer esforço físico;
- Manter a temperatura corporal;
- Transporte calmo com vigilância dos sinais vitais.

Sem comentários: