Pneumotórax espontâneo

O pneumotórax é provocado pela entrada de ar no espaço pleural, o espaço compreendido entre as duas membranas da pleura: a pleura visceral (que reveste o exterior dos pulmões) e a pleura parietal (que reveste a superfície interior do tórax).
No pneumotórax espontâneo, o ar penetra no espaço pleural proveniente dos alvéolos pulmonares (que sofreram uma ruptura) que se encontram muito próximos da superfície pulmonar sem que existam antecedentes imediatos de traumatismos ou de operações cirúrgicas intratorácicas.


Dor torácica de origem não cardíaca:

Sinais e sintomas:
- Dor intensa tipo pontada ou facada, localizada no tórax e sem irradiação;
- Aparição espontânea;
- Respiração superficial;
- Pulso rápido;
- Pele pálida com cianose das extremidades.

Cuidados de emergência:
- Manter uma atitude calma e segura;
- Colocar a vítima numa posição confortável (posição sentado);
- Administrar O2 a 10 lt/min;
- Verificar e registar os sinais vitais (tendo especial atenção à ventilação);
- Prosseguir com o exame da vítima (C-H-A-M-U), tentando perceber como se instalou a situação. Não esquecer os grupos de risco: indivíduos altos e magros, fumadores, com infecção pulmonar e que iniciam subitamente dor no tórax e dispneia após acesso de tosse, espirro ou inspiração profunda;
- Não permitir a ingestão de alimentos ou líquidos;
- Manter a temperatura corporal;
- Transporte calmo com vigilância dos sinais vitais.

2 comentários:

Guida disse...

MUITO OBRIGADA PELA EXPLICAÇÃO.
O MEU FILHO TEM ESTE PROBLEMA E EU ESTAVA A PESQUIZAE ALGO SOBRE ISTO E ENVONTREIA EXPLICAÇÃO QUE PROCURAVA.

Mini Manual de TAS disse...

Ainda bem que pudemos ajudar...

Volte sempre...